terça-feira, janeiro 21, 2014

Como comer sushi

A maioria aqui no Brasil come errado. Mas como comer certo se os restaurantes não ensinam, não é? E não são somente regras de etiqueta. São formas de se curtir melhor o seu sushi.

Roubartilhada de http://9gag.com/gag/a1ADN4P


Viagens e turismo: Escolhendo seu hotel


Escolher um hotel não é tarefa fácil. Claro que se no local não existem muitas opções, a escolha fica mais fácil e óbvia. Mas para determinados destinos, a quantidade de hotéis é tão grande que acabamos ficando perdidos nessa escolha. Alguns dizem que querem um hotel só para dormir, mas isso não existe: todo mundo quer um conforto mínimo, seja um bom chuveiro ou internet para acessar os emails, por exemplo.

Antes de mais nada, precisamos ir filtrando nossa escolha: primeiro preço e localização. Quer wi-fi no quarto? Quer café da manhã? Quer piscina? É bom para crianças? Depois disso, uma ferramenta que ajuda muito é o TripAdvisor, onde pessoas deixam avaliações e comentários sobre suas hospedagens, apesar de eu já ouvir dizer no meio do turismo que o site "manipula" algumas avaliações... vai saber. Mas se você se conectar sua conta no TripAdvisor com a sua do Facebook, o site coloca em primeiro lugar as avaliações de seus amigos e amigos de seus amigos. Assim, de certa forma, você terá a avaliação de alguém de sua rede de contatos e não um depoimento falso. O problema das avaliações do TripAdvisor é que cada pessoa tem seu padrão de qualidade. Um mesmo hotel pode ser avaliado como excelente e como horrível. Até hotéis de luxo são avaliados como horríveis. Mas ainda assim, é uma boa opção para escolher seu hotel.

Mas onde comprar/reservar seu hotel? Hoje podemos fazer diretamente na internet nos diversos sites como Booking.com, Decolar.com, Expedia.com, Hoteis.com, dentre outros. E também podemos escolher fazer diretamente com uma agência de turismo.

Internet: dos sites da internet, existem 2 opções: aqueles que você faz somente a reserva, dando um cartão de crédito como garantia, pagando a hospedagem diretamente no hotel, em cartão, dinheiro,... da forma que o hotel aceitar. Esta forma funciona, por exemplo, no Booking.com. A outra opção é o pagamento antecipado, que pode ser parcelado em diversas vezes, sem juros ou com acréscimo no cartão de crédito, como por exemplo no Hoteis.com.

Comprando em agências de turismo você pode, dependendo do hotel, somente reservar e pagar no hotel, pagar com cartão de crédito (parcelado ou não), pagar cash, via depósito ou até por boleto bancário.

Mas onde é mais barato? Na Internet ou na Agência de Turismo? Alguns sites tem uma política agressiva de preços e garantem que cobrem o menor preço, como por exemplo o Expedia.com. Então em geral os preços na internet vão ser mais baratos. Mas agências de turismo também fazem acordos com hotéis e podem algumas vezes conseguir tarifas melhores que na internet. Vale a pena consultar os dois. O que deve se levar em consideração, no caso de uma reserva internacional, é que se você somente reservar o hotel e for pagar diretamente no hotel com cartão de crédito, e hoje os pré-pagos também, é que você está sujeito ao IOF de 6,38%. Então muitas vezes, nessa conta, vale a pena pagar no Brasil para a agência de turismo, no câmbio do dia (e não ficar refém também do câmbio do dia dos pagamentos do cartão de crédito), e parcelado em algumas ou muitas vezes. Compare.

segunda-feira, janeiro 20, 2014

Viagens e Turismo: a minha agência


Faz 2 anos que abrimos a Jayways Travel e pensando bem, estamos trilhando caminhos bem diferentes do que imaginávamos no começo. Ainda dá para voltar para o caminho original, mas o dia-a-dia acabou nos levando pelo caminho da necessidade, de conseguirmos fazer o negócio virar. O caminho original fica para o futuro.

Vender viagens não é nem um pouco divertido quanto viajar. Dependemos além dos clientes, dos fornecedores. E se os fornecedores não são legais conosco, nossos clientes não vão ficar contentes. E esse é um dos principais problemas. Bons fornecedores tem preços altos. Os com atendimento ruim tem preços que os clientes gostam. Tento encontrar um equilíbrio dentro disso. E a parte administrativa de uma agência é um saco também, porque são tantas coisinhas aqui e alí... E as comissões são cada dia menores. Já viu algum agente de viagem milionário? rs.

Como eu tenho uma família grande e muitos amigos e contatos, eu achava que estes iriam ser meus clientes. Esse foi um dos motivos de abrir a agência. Mas mero engano. Nem meus parentes parecem se lembrar ou fazer questão de viajar comigo, nem que seja só para ajudar. E quando eu digo ajudar, não é pagar mais caro pela viagem. Em geral, em qualquer agência que você vá, os preços são similares (para não dizer iguais), já que os fornecedores são os mesmos. Conseguimos às vezes até preços melhores que aqueles que vc encontrou na internet. Se você pensou em ir na CVC, nós também vendemos CVC. Se você pensou em ir na TAM Viagens, nós também vendemos TAM Viagens. E assim por diante. Então é questão de preferência mesmo. Estou tentando me acostumar com isto, não ficar chateado com os que viajam e nem ao menos me consultam...  

Então, meu respeito, e meus descontos, para aqueles que fazem questão de comprar comigo. Talvez o meu atendimento não seja o melhor, mas se a pessoa fizer questão de comprar comigo, vou atrás do melhor preço e se possível vou acabar dando um desconto: e o desconto é sempre tirando da minha parte. Por exemplo, um amigo entrou em contato comigo e disse: não vou ver em nenhum outro lugar, quero comprar com você. Fiquei tão feliz com isso que dei todos os descontos que eu podia dar e descontando impostos e tal, não ganhei nada com a viagem dele.  

Por isso, na sua próxima viagem, faça pelo menos uma cotação comigo. E eu sou sincero: se de alguma outra forma eu sei que aqui na agência é mais barato, eu te falo. E nesse caso, eu nem fico chateado, porque pelo menos você me consultou. rs...

sexta-feira, janeiro 17, 2014

Sentimento de perda


Hoje eu estava saindo de casa para levar meu filho à escolinha quando tocou o telefone. Era minha mãe. E o que ela me falou me deu um frio na espinha... Minha cabeça começou a esquentar, minhas mãos estavam trêmulas, minha barriga doendo, minhas pernas moles,... faz tempo que eu não me sentia assim. Parecia que tinha perdido um filho. Não um filho de carne e osso, mas um filho que eu consegui conquistar e ficava feliz e orgulhoso por ele, mas me esqueci de cuidar dele. 

Por sorte deixei meu notebook somente hibernando e ele ligou rapidamente. Entrei em meus emails e vi que já se passavam 5 dias do meu limite para cuidar dele e talvez não tivesse mais chances de vê-lo novamente. E meu filho, o de carne e osso, reclamando que queria ir logo para a escola. Novamente por sorte, a primeira senha que tentei para acessar o site que cuida dele entrou de cara (já que sou louco para esquecer senhas...). Clica aqui, abre outra página, clica lá, abre outra página, pede meu CPF... CPF? Nunca tinham me pedido isso! E o coração disparado. 

Finalmente, pagamento feito. Mas pera! Paguei mas meu filho não está aparecendo para mim! Testa aqui, testa ali, e meu filho, o de verdade, conseguiu até, pela primeira vez, abrir a porta do apê, e com a porta aberta ficava me chamando. Finalmente meu filho, o da internet, aparece novamente. Fiquei mais tranquilo. Fui levar meu filho, o que estava me chamando, para a escola e agora aqui no escritório consegui ver que meu filho, o virtual, estava de volta para mim.

Meu domínio vencido está de volta! E minha mãe vai poder a voltar a receber os emails dela. rs! Ufa! Eu ficaria chateado se perdesse esse domínio. Ficaria mesmo. rs. Agora não estou com vontade de fazer nada. Estou aqui no escritório mas não estou cabeça para trabalhar. Preciso esperar a adrenalina baixar. Esses sentimentos...

quinta-feira, janeiro 16, 2014

Qual a sua comida japonesa?


Se você viu esta foto e pensou: "hummmm... comida japonesa!"... Espera. Tem certeza que é comida japonesa?

Não estou dizendo que o que está na foto é ruim, já que gosto não se discute, mas comida japonesa de verdade é assim:


Dá para perceber a diferença? Não? A Revista Veja de 6 de dezembro de 2006 trouxe uma matéria interessante: http://veja.abril.com.br/061206/p_070.html
Pra quem teve preguiça de ler a matéria, em forma de imagem:


Só achei exagero a utilização do termo purista. Não é esta a questão, ser purista ou não, mas sim querer preservar um tipo de comida, sua essência e sua apresentação, já que o que a maioria serve no Brasil é bem diferente do que encontramos no Japão. Um passo para que tenhamos uma certificação é o recente título conferido pela UNESCO de Patrimônio Imaterial da Humanidade para o Washoku, a Comida Japonesa. Veja a matéria sobre isso no Jornal Hoje da Globo (tem vídeo):
http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2014/01/comida-japonesa-recebe-registro-de-patrimonio-imaterial-da-humanidade.html

Seria interessante os restaurantes do Brasil terem uma certificação de comida japonesa. E também em outros países: na França, por exemplo, a moda é comer sushi acompanhado de yakitori, combinação que não se faz no Japão. 

E isto não é para desmerecer os "rodízios de comida japa" que tem por aí, já que eles tem um bom público que curte este tipo de comida, mas sim para que os brasileiros possam escolher comer algo mais tradicional ou algo adaptado ao gosto local. É tipo pizza: ninguém mais acha que pizza que o motoboy traz é comida italiana (em São Paulo, por exemplo, só a pizzaria Speranza tem o certificado de Verdadeira Pizza Napolitana).

sábado, dezembro 21, 2013

Playlist CD dezembro 2013



Gravei um CD para escutar no carro. Meu carro não toca MP3. Então teve que ser CDzão mesmo. Segue a playlist:

The B-52's
Give me back my man
http://www.youtube.com/watch?v=_p1ylJHioNk

Joy Division
Love will tear us apart
http://www.youtube.com/watch?v=zuuObGsB0No

Roxy Music
More than this
http://www.youtube.com/watch?v=kOnde5c7OG8

Prefab Sprout
When love breaks down
http://www.youtube.com/watch?v=QeZkLV3ZjeI

Madonna
Borderline
http://www.youtube.com/watch?v=rSaC-YbSDpo

Cindy Lauper
Time after time
http://www.youtube.com/watch?v=VdQY7BusJNU

Felt
Primitive painters
http://www.youtube.com/watch?v=Wr8CgE_kTWw

New Order
The perfect kiss
http://www.youtube.com/watch?v=hcjolqpKR4g

Smiths
There is a light that never goes out
http://www.youtube.com/watch?v=DRtW1MAZ32M

Swing Out Sister
Twilight World
http://www.youtube.com/watch?v=v4rPkF3Drik

Lisa Stansfield
All around the world
http://www.youtube.com/watch?v=JVuuatjHGnY

10,000 Maniacs
Trouble me
http://www.youtube.com/watch?v=1zfYFJVdL6U

Electronic
Getting away with it
http://www.youtube.com/watch?v=DSfjtdnUsls

Happy Mondays
Step on
http://www.youtube.com/watch?v=KnBi-LNM0Og

Cocteau Twins
Iceblink luck
http://www.youtube.com/watch?v=L_Tj4bJ0VFw

Massive Attack
Protection
http://www.youtube.com/watch?v=Epgo8ixX6Wo

Everything But The Girl
Missing
http://www.youtube.com/watch?v=Q4sPkS8b62Q

Só velhas. Estou gravando um só de JPop agora.

quinta-feira, dezembro 12, 2013

Viagens e turismo: Como e onde comprar sua passagem aérea


Como eu tenho uma agência de viagens alguém pode imaginar que eu vou dizer que o melhor é comprar numa agência. Até acredito que seja e tem suas vantagens, mas muita gente só está interessada no preço e então a agência nem sempre pode ajudar. Vamos tentar entender?

Algumas companhias aéreas não comissionam agências de turismo. Nesta que não comissionam incluem-se todas as brasileiras e praticamente todas as europeias. Então, para que a agência ganhe alguma coisa vendendo estas passagens, ela cobra o que é chamado de RAV (Remuneração do Agente de Viagem). No caso das viagens nacionais, é cobrado 10% do valor da passagem (excluem-se as taxas) com um valor mínimo em geral de R$ 40,00. No caso das viagens internacionais, é cobrado em média 7% do valor da passagem a mais. Então, para quem procura preço, o melhor neste casos é comprar diretamente da companhia aérea. 

O problema em se comprar da companhia aérea é que, em geral se compra no site, então ficamos sujeitos a internet e somente a opção de pagamento via cartão de crédito. Quem não quer ou não pode pagar com cartão, deve ir até a loja física da companhia aérea. A vantagem de se comprar com uma agência de turismo é que você pode, além de pagar utilizando cartão de crédito (nas mesmas condições de parcelas da companhia aérea), pode-se pagar cash, por depósito ou até ter um prazo maior para pagar faturado. Por este motivo a maioria das empresas compram de agências de turismo, o que chamamos de viagens corporativas. Não considerei aqui a questão de que seu agente, teoricamente, vai te dar toda a assistência para a sua viagem, isto é, você terá um atendimento mais humanizado.

A tendência é das companhias aéreas pararem de comissionar as agências de turismo, mas ainda temos muitas que comissionam e neste caso o preço da passagem tanto na companhia aérea como na agência de turismo é igual (a princípio). As comissões variam na faixa de 3% a 15%, dependendo da companhia ou do destino da viagem. Novamente as vantagens das agências são as formas de pagamento e o atendimento.

Lembre-se que os sites de vendas de passagens na internet, como a decolar.com ou subamarinoviagens.com.br, nada mais são que agências online: os preços de passagens são iguais tanto nesses sites como nas agências de turismo, já que quem define o preço são as companhias aéreas. A decolar.com tem como desvantagem estar sem acordo com a American Airlines, isto é, não tem como comprar passagens desta companhia lá. Mas como ela é uma agência que opera internacionalmente (a sede é no México), o que vale a pena comprar lá são passagens de trechos internos fora do Brasil ou companhias aéreas locais, que não tem representante no Brasil. Nestes casos, as agências "comuns" cobram uma taxa de emissão a mais, o que a decolar.com não cobra.

Mas... sabia que existem tarifas mais baixas do que as anunciadas pelas companhias aéreas? Para quem compra pacote. Esta tarifa se chama tarifa operadora. As companhias aéreas oferecem algumas condições melhores para as operadoras de turismo, mas estas passagens devem ser vendidas em um pacote, que inclua ao menos hotel. Se você vai viajar e vai se hospedar em um hotel, vale a pena tentar fechar um pacote. O preço de tudo (passagem e hotel) pode chegar a 25% a menos se comparado a compra separada. Mas não é regra. Muitas vezes o operador não consegue mais a tarifa operadora e aí você cai no preço normal do aéreo - isto acontece em geral quando a pessoa resolve viajar de última hora. Ah, também existem os fretamentos e bloqueios que algumas operadoras fazem. Em geral mais baratos que a tarifa operadora. Mas nestes casos são datas específicas de partida e retorno. Bom para quem consegue encaixar sua viagem nas datas do pacote da operadora. E os pacotes são vendidos por quem? Pelas agências!

Mas o melhor de tudo é ser amigo ou comprador frequente de uma agência. A agência quando entende que o cliente é bom (ou amigo), vai esmiuçar o sistema procurando o melhor preço e pode descontar da comissão dela uma parte para dar desconto ao cliente. Por isso, sem preconceitos com agências de viagens e turismo. Mesmo quem procura preço deve além dos sites, cotar em uma agência.

quarta-feira, dezembro 11, 2013

Viagens e turismo: Como funcionam os preços das passagens aéreas


Comprar passagens aéreas é quase como aplicar na bolsa. Num minuto elas estão com um preço e em outro já estão com um completamente diferente.

Para entender como funcionam os preços de uma passagem, vamos simplificar imaginando um avião de 100 lugares. Neste vôo vamos ter, por exemplo, uma mesma passagem a R$ 100 reais ou a R$ 1.000 reais. Agora imagine que estes 100 lugares são divididos em blocos de 10 lugares. Os 10 primeiros lugares custarão R$ 100 reais, os 10 seguintes R$ 200 e assim sucessivamente até chegar aos 10 últimos custando R$ 1.000. Se você está consultando preços e viu por R$ 100, saiba que no minuto seguinte poderá estar custando R$ 200 porque neste intervalo alguém pode ter reservado o último lugar do primeiro bloco. Uma outra situação é você consultar um preço e achar R$ 200 e no minuto seguinte estar custando R$ 100. Por que abaixou? Porque alguém que fez uma reserva pode tê-la cancelada.

Além disso, no meio das vendas, a companhia aérea pode resolver fazer uma promoção: o preço de determinado bloco, ou todos os blocos de lugares, podem cair novamente. Mas não dá para contar com isso. Outra variável é a da oferta e procura. Se um vôo é muito procurado, a companhia aérea pode subir os preços. Se é pouco procurado, abaixar. Por isso somente a emissão da passagem (não a reserva) garante o preço.

"E se eu pago 100 ou pago 1000, o que eu recebo de diferente?" A princípio recebe a mesmíssima coisa. O que pode acontecer é a companhia aérea oferecer a quem comprou dos blocos mais caros um reembolso maior em caso de cancelamento da viagem, opção de levar mais bagagem, etc. Mas dentro do avião, o produto recebido será o mesmo.

Muitos dos meus clientes me perguntam quanto custa a passagem para determinado lugar. Mas não consigo dar uma resposta por causa de todos estes fatores acima. Preciso muito mais: preciso saber qual o período da viagem, o mês da viagem e melhor ainda, as datas da viagem. Só assim para ter um preço exato do valor. Mas exato naquele momento. Daqui alguns minutos já não posso garantir nada...

Num próximo post quero escrever sobre como  e onde comprar sua passagem aérea.

quarta-feira, dezembro 04, 2013

Qual o sentido da vida?


Para você, qual o sentido da vida? Já se perguntou isso? Ou até já tem a resposta?

Alguns se apegam a religião para dar esta resposta. Mas e quem não tem religião? Outros dizem que é ser feliz. Mas convenhamos que o conceito de felicidade é diferente para cada pessoa. São tantas respostas para esta pergunta que a única conclusão a que podemos chegar é que não existe consenso.

No meu caso, não faz sentido nenhum. Sim, nenhum. Nenhum porque eu não consegui pensar em nenhuma resposta para a pergunta. Ser feliz? Algumas horas do dia estou feliz. Outras não. Já fui feliz na infância, já fui feliz há uns 20 anos atrás e ontem em alguns momentos me senti feliz. Já fiquei triste na infância, já fiquei triste há uns 20 anos e ontem em alguns momentos fiquei triste. Daqui algum tempo estarei feliz, assim como sei que em algum momento também estarei infeliz. Então, para mim, "simplesmente" ser feliz não pode ser resposta para o sentido da vida.

Na verdade, depois que eu tive um filho, parece que a vida faz mais sentido. Agora tenho como objetivo criar ele, fazer com que ele tenha uma vida boa... Mas, peraí... ter objetivo é a mesma coisa que ter sentido? hmmmm....

segunda-feira, outubro 28, 2013

Novo velho blog



Este blog tem mais de 10 anos. Mas não tem mais nenhum post. Porque a cada hora eu penso de um jeito. E as coisas que eu escrevia já não tinham nada a ver comigo. Já foi um diário, um blog de reclamações, um de relatos de viagens e um de divagações. Eu queria que fosse útil para as pessoas, mas agora quero que ele seja útil para mim mesmo, para eu poder escrever sobre o que eu penso, às vezes sobre o que eu faço e para divulgar coisas que eu acho relevante. Também para praticar a escrita, porque faz muito tempo que eu não escrevo nada além de emails comerciais e besteiras no Facebook. Então me corrijam (a gramática, não o que eu penso): ficarei agradecido.

Bem-vindos novamente ao meu blog. Fazer o que eu não sei... porque me stalkear não tem a menor graça. rs